sábado, 15 de março de 2008

Ser/parecer

The Image Disappears, Salvador Dali

Atrás da máscara da inocência

Esconde-se a verdadeira identidade

Do ser mesquinho, de entranhas putrefactas,

Que não ousa assumir

A real face do seu nojento ser.

Assim vai, qual anjo celestial,

Espalhando a imagem da pureza,

Que é traçada com sagaz vileza,

Num jogo exímio entre o ser e o parecer.

3 comentários:

ContorNUS disse...

O título está em excelente conjugação com as palavras tão sapientes como é hábito.
Parabéns!

Alexandre disse...

Talvez o meu pintor preferido porque tem muito a ver comigo!

Muitos beijinhos e Boa Páscoa!!!!

freefun0616 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.