quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Saúde em Portugal

Os nossos hospitais são verdadeiros infernos, onde, de vez em quando, aparecem alguns anjos que tentam diminuir a intensidade do fogo.
Porque falha a humanização dos serviços de saúde em Portugal?
Por que motivo a maioria dos médicos não ouve os doentes nem os seus familiares?
O que leva grande parte dos médicos a falar com os doentes ou seus familiares como se estes fossem mentecaptos?
Por que razão os médicos espanhóis(e de outras nacionalidades) não são obrigados a falar Português? É suposto os doentes perceberem Castelhano e outras línguas estrangeiras?
Porque se fazem tantos exames complementares se, muitas vezes, ninguém os vê como deve ou não sabe interpretá-los?
Será que ninguém se lembra que um doente fica ainda mais doente depois de estar horas e horas seguidas sem comer?
A triagem de Manchester serve para atender melhor ou para "castigar" as "falsas urgências", fazendo com que alguns doentes fiquem dez , doze ou mais horas numa sala de espera, mesmo quando lá dentro nada justifica tal espera?
O que leva a que alguns doentes, de etnias diferentes, sejam imediatamente atendidos? Medo?
(...)
A minha "má impressão" dos serviços de saúde em Portugal é "de experiência feita". Infelizmente. Gostaria de ter uma opinião diferente, mas é quase impossível. E não me falem que o mal está nos edifícios. O mal está nas pessoas, na falta de profissionalismo de muitos, na falta de sentimentos de outros tantos, na incapacidade de perceber o outro, de se imaginar do outro lado. Mas também está na desorganização, na falta de verbas, na má gestão dos recursos. Enquanto os profissionais de saúde forem escolhidos apenas por uma média que mostra que são excelentes alunos mas não implica que sejam bons profissionais e os recursos forem geridos apenas numa perspectiva economicista, continuaremos no mau caminho.

17 comentários:

turbolenta disse...

Eu digo que a saúde em PORTUGAL está mesmo muito doente.E não lhe vejo esperança de recuperação.
Tens razão quando dizes que as pessoas não são tratadas todas de igual modo.(uma vez fui ao Garcia da Horta e... enquanto houve desses e dos outros...(sei que percebes),nós íamos ficando esquecidos na sala de espera.
Tenho mesmo um horror demasiado grande a Hosp. públicos.
E hoje em dia, quem não tem um seguro de saúde, para poder ser devidamente assistido, bem pode esperar na sala de espera de um qualquer hospital.
boa semana

Rubina disse...

Também sou critica mas depois de viver num país supostamente de primeiro mundo, e ver que a saúde aqui é ainda pior, fico a pensar...

Sophiamar disse...

Amiga, agradeço as tuas palavras. Senti-as como um beijo.obrigada! obrigada!

Quanto à saúde em Portugal, estás cheia de razão.

Deixo-te mil beijinhossss

Sol da meia noite disse...

A começar pela quase ausência do factor humano no atendimento ao doente, tudo é um caos no Serviço de Saúde no nosso pais...
Acho que as pessoas vão começar a preferir morrer em casa, mas em paz, a terem que entrar em tal guerra, na esperança de cura. Mais ou menos isto...

Beijinho!

Jasmim disse...

Isto do sistema de saude tem mesmo muito que se lhe diga. todos temos histórias para contar, alguma sdeveras revoltantes.
Quem sabe um dia...

Mocho Falante disse...

Percebo o que dizes, sabes que lidar bem com pessoas não baste ter 18 de final de curso, claro que as condições a que são sujeitos os técnicos lhes retira muitas vezes a tranquilidade e a paciência necessária para a função mas de facto é imperdoável que apesar de tudo se esqueçam muitas vezes do doente que na verdade deve ser o principal foco de atenção e preocupação

beijocas

Alexandre disse...

Realmente uma grande coincidência os nossos posts, complementares um ao outro sem dúvida! Quanto às etnias eu tenho lá um comentário que explica bem a razão porque certas etnias são bem atendidas e nós, portugueses desde sempre, somos humilhados, estropiados - e até «assassinados» por incúria!

Nunca é demais falar destas coisas!!!

Muitos beijinhos!!!

jocasipe disse...

subscrevo integralmente, tb por experiência própria.

margusta disse...

Querida Irneh...Sem mais a acrescentar limito-me só a fazer das tuas as minhas palavras...

Beijinhos e um bom fim de semana!

Poliedro disse...

Doce Amiga:
Concordo plenamente com tudo o que tão significativamente refere.
Os Hospitais são e serão sempre autênticos Infernos.
Tenho-lhes um pavor imenso, acredite?
Oxalá se tomem medidas urgentes para debelar o que lá se passa. É imperioso e imprescíndivel.
A sua atenção à problemática e a minha atenção, reflectida lado a lado consigo, é que existe tudo, mas tudo, a corrigir.
Porque é que os profissionais de saúde não vestem a pele dos doentes?
Talvez, compreendessem a angústia e desencanto pelo que se passa nas mentes aflitas destes SERES HUMANOS que são PESSOAS como eles.
Excelente Post. O alerta. O temor. O atendimento impróprio. O orgulho de uma profissão de saúde desadequada.
Enfim...Mude-se de imediato esta situação, por favor.
Sabe, admiro-a! muito!
Beijinhos de encanto e amizade

pena

Girassol disse...

Se houver um português que não tenha algum tipo de queixa a fazer de um qualquer hospital ou centro de saúde, com certeza será um achado no meio de tantos críticos e pessoas revoltadas com a situação.
O meu pensamento continua a ser "Deus nos livre de ficar doentes", porque quando ficamos é um "seja o que Deus quiser"!!

beijo.

PoesiaMGD disse...

Gostaria de ver este texto em outros locais!

Deixo um convite: escritartes.com
Vem espiar e, quem sabe, publicar!
Um abraço

Rafeiro Perfumado disse...

Uma vez a minha mãe deu entrada no hospital mal do coração. Passado um tempo na espera, e quando ela disse ao meu pai que se estava a apagar, é que o meu pai irrompeu ao pontapé pelo hospital adentro e a foram ver. Foi levada imediatamente para o serviço e salva, pois estava a entrar em fibrilação. Mas não foi só ela a ser salva nesse dia, garanto que se lhe tivesse acontecido algo, não seria aos tribunais que recorreria, os quais aliás dão sempre razão aos médicos...

Kalinka disse...

Que mais dizer sobre a saúde em Portugal...???
Palavras que calam palavras...
Aromas que atraem outros aromas...

Quer um perfume a cheirar a “pôr do Sol” ou a “biscoitos da avó acabados de sair do forno”? Saiba que é bem possível que venha a consegui-lo. E as boas notícias não se ficam por aqui: o seu perfume 100% personalizado terá assinatura portuguesa e será obtido a partir de recursos naturais e tecnologias limpas. Os responsáveis são os investigadores Vera Mata, Alírio Gomes e Paula Gomes. Vá a www.i-sensis.com e encomende o perfume dos seus sonhos. Se ao menos a Internet transmitisse aromas…

Bom domingo.

greentea disse...

há dias atrás tive a oportunidade tristemente infeliz de confirmar tudo o q aqui é dito - ver posts da semana passada


...a minha filha sentiu dores nos joelhos muito fortes era sábado e levei-a ao posto de irgencia mandaram para o hospital passámos lá o dia a fazer exames e mais exames incluindo um raio x ao tórax
o veredicto foi uma infecção urunaria no dia seguinte estava pior e dois dias depois tinha febre altissima e tosse voltou ao mesmo hospital com diagnostico de meningite estivémos lá umas seis horas sem sequer ser atendidos ela lebantou-se da maca e disse q não aguentava mais aquilo às duas e tal da manhã e depois de já haver várias reclamações
no dia seguinte o médico particular apenas a ouviu tossir disse que tinha uma broncopneumonia. Auscultou-a devidamente e receitou o tratamento adequado mas as sequelas ainda duram...

maria josé quintela disse...

estou absolutamente de acordo com o que dizes e posso mesmo afirmar que ainda é bastante pior do que dizes! e não sou suspeita, pois sou profissional de saúde!

um beijo.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,